Sucessor de "El Chapo" é transferido à procuradoria sob forte segurança

Cidade do México, 2 mai (EFE).- Dámaso López, também conhecido como "El Licenciado" e considerado o sucessor de chefe do cartel de Sinaloa, no México, Joaquín "El Chapo" Guzmán, foi levado nesta terça-feira às instalações da Procuradoria Geral do país sob fortes medidas de segurança e com a presença de numerosos meios de comunicação.

Por volta das 10h15 locais (12h15 de Brasília), o detido foi retirado do edifício Hares, em colônia Anzures, na Cidade do México, escoltado por quinze integrantes da Agência de Investigação Criminal (AIC) da Procuradoria Geral da República (PGR) e do governo mexicano.

Nos arredores deste edifício residencial se reuniram numerosos veículos de comunicação e curiosos desde que foi divulgada a notícia esta manhã que "El Licenciado" tinha sido capturado nesse lugar.

López foi levado às instalações da Subprocuradoria Especializada em Investigações sobre o Crime Organizado (Seido, sigla em espanhol).

A PGR irá oferecer hoje uma coletiva de imprensa para dar detalhes sobre a captura de López.

Considerado o braço direito do chefe do cartel de Sinaloa, após a detenção e extradição de "El Chapo" aos Estados Unidos, Dámaso López passou a ser o nome com mais chances de substitui-lo.

Não obstante, "El Licenciado" entrou em disputa com os filhos de "El Chapo" e com o próprio Ismael "el Mayo" Zambada, que compartilhava a liderança do cartel de Sinaloa com Guzmán.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos