RSF lança campanha sobre violência contra imprensa nas democracias

Paris, 3 mai (EFE).- A ONG Repórteres sem Fronteiras (RSF) lançou nesta quarta-feira uma campanha de comunicação para sensibilizar o público perante o aumento da violência e as pressões sobre a imprensa nas democracias, além das ameaças às quais os profissionais são expostos.

Os vetores dessa campanha ativada por ocasião do Dia Mundial da Liberdade de Imprensa, que leva por título "Spoilers for Freedom", são jornalistas que tiveram que se exilar pela perseguição da qual eram alvo no exercício de suas funções, explicou a RSF em comunicado.

No vídeo promocional é possível ver diferentes ataques contra profissionais da informação e de fundo a mensagem: "tudo o que não se espera ver em democracias pode ser mais do que o princípio do fim da liberdade de imprensa".

A organização recorre a testemunhos de jornalistas da República Democrática do Congo, do Uzbequistão, Burundi, Turquia e Azerbaijão, aos quais serão acrescentados durante todo o ano outros do mundo inteiro.

"Quem melhor que os jornalistas exilados que tiveram que fugir de seus países para mostrar o que representa o fim da liberdade de imprensa e para encarnar as cruéis realidades que são escondidas nas cores de nosso mapa da liberdade de imprensa que fica mais escuro a cada ano", destacou o secretário-geral da organização, Christophe Deloire.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos