Invasão de agentes penitenciários suspende votação da reforma da Previdência

Brasília, 3 mai (EFE).- Uma invasão de dezenas de agentes penitenciários na sessão em que uma comissão da Câmara dos Deputados debatia a polêmica reforma da Previdência e obrigou os parlamentares a suspenderem a votação do projeto, que vem motivando diversos protestos pelo país.

A invasão ocorreu no final da noite desta terça-feira, horas depois do início da comissão especial criada pela Câmara dos Deputados para debater a reforma aprovada em primeira votação o texto básico do projeto, que estabelece como idade mínima para aposentaria no país 62 anos para mulheres e 65 para homens.

Após a aprovação do texto enviado pelo governo do presidente Michel Temer por 23 votos a favor e 14 contra, os membros da comissão discutiam diferentes emendas que ainda podem ser introduzidas ao projeto quando a sala foi invadida.

Os agentes penitenciários, que na véspera já tinham realizado um protesto em Brasília, com direito a invasão ao Ministério da Justiça, tentam pressionar para que as regras para suas aposentadorias sejam iguais a dos policiais, que terão um regime especial e mais flexível.

Diante da situação, os legisladores suspenderam a sessão e o presidente da comissão especial, deputado Carlos Marun (PMDB-MS), bem como o relator do projeto na Câmara, Arthur Maia (PPS-BA), tiveram que sair escoltados pela polícia.

A invasão durou cerca de 30 minutos e os agentes penitenciários foram obrigados a se retira pelo estacionamento do Congresso, onde foram dispersados pelos policiais que lançaram gás lacrimogêneo contra os manifestantes.

A comissão ainda não agendou uma nova sessão para prosseguir a votação e poder enviar o projeto de lei ao pleno da Câmara dos Deputados.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos