França detém homem fichado por ter se radicalizado perto de base militar

Paris, 5 mai (EFE).- As forças de segurança da França detiveram ontem à noite nas proximidades de uma base militar em Evreux, ao oeste de Paris, um homem fichado por ter se radicalizado e com quem encontraram algumas armas, confirmaram nesta sexta-feira à Agência Efe fontes judiciais.

O carro do suspeito foi o que chamou a atenção das autoridades, depois que o estacionou perto da base e o deixou com as chaves na ignição.

Após encontrar em seu interior um cartucho de fuzil e um exemplar do Corão, foi iniciada uma operação para localizar o homem, que teria sido detido de madrugada quando voltava a seu veículo, de acordo com informações do site da revista "L'Express", segundo o qual o detido é um ex-militar de 34 anos.

O site da revista acrescentou que perto da área militar foram encontrados, escondidos entre a folhagem, um fuzil, dois revólveres e munição.

O suspeito vive no departamento de Seine-Maritime, no noroeste do país, e nunca foi condenado pela Justiça.

A procuradoria antiterrorista de Paris já assumiu a investigação e pretende determinar os motivos da presença do homem na área e se tinha intenção de cometer uma ação violenta.

Sua detenção aconteceu às vésperas do segundo turno das eleições presidenciais francesas, no qual se enfrentarão o social liberal Emmanuel Macron e a ultradireitista Marine Le Pen.

No dia 18 de abril, cinco dias antes do primeiro turno, foram detidos em Marselha, no sudeste da França, dois supostos jihadistas acusados de planejar um atentado "iminente" contra a campanha eleitoral.

Já no dia 20 um ataque na avenida Champs-Élysées reivindicado pelo grupo terrorista Estado Islâmico matou um policial e feriu outros dois agentes, enquanto o atirador terminou abatido pelas forças de segurança.

A França, que se encontra em estado de emergência desde os atentados jihadistas de 13 de novembro de 2015 em Paris e na vizinha Saint-Denis, incrementou o dispositivo de segurança por conta das eleições, que mobilizarão mais de 50.000 policiais e militares da operação antiterrorista Sentinelle.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos