Marine Le Pen: "Se Macron ganhar a França que conhecemos desaparecerá"

Paris, 5 mai (EFE).- A candidata ultradireitista às eleições presidenciais, Marine Le Pen, advertiu nesta sexta-feira que a vitória de seu rival, Emmanuel Macron, no próximo domingo vai representar "o desaparecimento da França como o conhecemos".

Marine insistiu, em entrevista para a emissora "RTL", em que seu "objetivo é ganhar esta eleição", ao ser perguntada sobre os comentários de alguns de seus apoios que ficariam satisfeitos se ela finalmente tiver 40% dos votos no segundo turno, como preveem as pesquisas.

Ela acrescentou que a vitória de Macron significará "o desaparecimento (da França) devido à migração, à qual não se oporá por sua submissão à política de (Angela) Merkel (a chanceler alemã), de dano social, de ultraflexibilidade, que será a guerra de todos contra todos".

A líder ultradireitista justificou a dureza e o tom duro do debate com Macron na quarta-feira passada.

"O que ninguém entre os jornalistas quis ouvir é que minha palavra não é mais do que o eco da violência social que vai explodir no país. A terrível agressividade é a do programa de Emmanuel Macron", argumentou.

Marine acrescentou que há "dois projetos de sociedade que se enfrentam: "O meu é um projeto de proteção e um projeto de desregulação, de globalização sem limites. (...) Eu tenho o monopólio da proteção do povo. Emmanuel Macron é o candidato da elite, da oligarquia. Seu projeto pretende agravar a situação do povo".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos