Justiça da França acusa e prende 4 jovens por suspeita de terrorismo

Paris, 7 mai (EFE).- Quatro jovens detidos na última terça-feira em diferentes pontos da França, suspeitos de preparar um ataque no país e ligados a um vídeo do grupo terrorista Estado Islâmico (EI), foram acusados de terrorismo e presos.

Fontes da Promotoria de Paris informaram à Agência Efe neste domingo que eles foram acusados de associação terrorista criminosa e estão presos de forma provisória. O grupo era liderado por um homem de 20 anos, que se converteu ao islã e foi detido em Roanne.

Além dele, formavam o grupo uma mulher, um jovem de 17 anos e outro homem. Eles estavam em contato por meio do aplicativo de mensagens Telegram, que permite a codificação das conversas.

Os investigadores os encontraram por mensagens que citavam um vídeo de lealdade ao EI, o que fez com que eles temessem a preparação de um atentado em território francês.

Inicialmente, cinco pessoas foram presas em Roanne, em Villeneuve d'Ascq e em Ruan. Mas um deles, meio-irmão do menor detido, foi libertado pela Justiça sem acusações.

A operação policial ocorreu dentro de uma investigação preliminar aberta pela Promotoria de Paris em março.

A França, que hoje realiza o segundo turno das eleições presidenciais sob um forte esquema de segurança, está em estado de emergência desde os atentados terroristas de 13 de novembro de 2015 em Paris e em Saint-Denis, ao norte da capital.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos