Mélenchon vota em Paris, mas não revela em quem

Paris, 7 mai (EFE).- Jean-Luc Mélenchon, quarto colocado no primeiro turno das eleições presidenciais francesas, votou neste domingo em um colégio eleitoral do distrito 10 de Paris, mas não revelou qual foi a sua opção, mantendo a incógnita.

Depois de ter ficado a 1 milhão de votos de conseguir disputar o segundo turno, ele decidiu não dizer o que faria desta vez, uma escolha muito criticada.

Há alguns dias, o ex-candidato da extrema esquerda anunciou que faria uma consulta entre os 450 mil militantes do movimento França Insubmissa e três quartos deles se pronunciaram contrários a votar no social liberal Emmanuel Macron. Ele, no entanto, indicou que também não optaria pela candidata da extrema direita Marine Le Pen.

Mélenchon, que se manteve à margem da campanha do segundo turno e pouco falou durante a mesma, votou em um ginásio de Paris e trocou algumas palavras com outros eleitores. Sorridente, ele pegou as cédulas dos dois candidatos, tal como estipula o regulamento de voto francês.

Apesar de estar eliminado, Mélenchon tem previsto fazer um discurso esta noite quando for divulgado o resultado.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos