Tillerson e Lavrov se reunirão para debater crises na Síria e na Ucrânia

Washington, 8 mai (EFE).- O secretário de Estado dos Estados Unidos, Rex Tillerson, e o ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergei Lavrov, se reunirão nesta quarta-feira, em Washington, para conversar sobre Ucrânia, Síria e outros assuntos.

Em comunicado divulgado nesta segunda-feira, o Departamento de Estado informou sobre a reunião entre Tillerson e Lavrov. Em nota, o órgão disse que ambos dialogarão sobre "a necessidade de deter a violência no leste da Ucrânia e sobre os esforços para assentar as bases para uma solução política do conflito na Síria".

Inicialmente, a informação é de que os dois se reuniriam durante o 10º encontro ministerial dos países-membros do Conselho do Ártico, que ocorre entre quarta e quinta-feira no Alasca. Mas o Departamento de Estado destacou que o encontro ocorrerá em Washington.

Sobre a Ucrânia, a nota afirma que Tillerson e Lavrov discutirão a "necessidade de deter a violência no leste da Ucrânia e resolver o conflito por meio da plena implementação dos acordos de Minsk".

Tillerson também tem a intenção de abordar com Lavrov "os esforços para reduzir a escalada da violência na Síria e o fornecimento de assistência humanitária ao povo sírio".

Na última sexta-feira, os dois conversaram por telefone sobre o conflito na Síria, onde acaba de entrar em vigor o estabelecimento de quatros zonas seguras após um acordo entre Rússia, Irã e Turquia.

Esse pacto, que começou no sábado, estabelece áreas para proteger a população civil e diminuir a tensão entre rebeldes e o governo do regime do presidente do país, Bashar al Assad.

O conflito na Síria complicou as relações entre Rússia e EUA nos últimos meses, já deterioradas no governo de Barack Obama. A situação se agravou em abril, depois de atual presidente americano, Donald Trump, ter ordenado um bombardeio contra uma base aérea controlada pelo regime de Al Assad, aliado do Kremlin.

Trump conversou com o presidente da Rússia, Vladimir Putin, por telefone na semana passada. No diálogo, ambos identificaram a Síria como área prioridade e estabeleceram como objetivo estabelecer um cessar-fogo que permaneça ativo o suficiente para poder promover um processo de paz.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos