Turnbull e Macron trabalharão para estreitar laços entre França e Austrália

Sydney (Austrália), 8 mai (EFE).- O primeiro-ministro da Austrália, Malcolm Turnbull, disse nesta segunda-feira que se comprometeu com o presidente eleito da França, Emmanuel Macron, a trabalhar juntos "para fazer que os laços entre França e Austrália sejam mais forte".

Em declarações aos jornalistas em Camberra, Turnbull afirmou que parabenizou Macron por sua vitória neste domingo nas eleições presidenciais e que o político social liberal lhe agradeceu por sua mensagem e lhe expressou seu desejo de cooperação.

O chefe de Governo australiano mencionou o acordo de seu país para a compra de 12 submarinos fabricados pela empresa francesa DCNS, cujo valor chega a 50 bilhões australianos (US$ 37,5 bilhões).

Turnbull também lembrou os laços históricos e militares entre França e Austrália que tem mais de um século, bem como a recente campanha de ambos os países contra o Estado Islâmico no Oriente Médio.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos