Homens armados atacam comboio de vice-presidente do Sudão do Sul

Juba, 9 mai (EFE). - Um grupo de homens armados atacou o comboio do primeiro vice-presidente do Sudão do Sul, Taban Deng Gai, quando ele se dirigia à cidade de Bor, no leste do Sudão do Sul, e pelo menos três oficiais ficaram feridos, informou à Agência Efe um dos seguranças que estavam nos veículos.

O comboio foi atacado na região de Sudão Safári quando ia para Bor analisar a área antes da visita do vice-presidente.

A fonte disse que foi advertida "pouco antes" do ataque de que havia um falso controle e por isso, detiveram os veículos e saíram. Nesse momento, começou uma troca de tiros entre os membros de segurança e os assaltantes, onde pelo menos três guardas ficaram feridos.

Gai encabeça uma comissão cujo objetivo é acabar com a tensão que existe em alguns estados. Na sexta-feira passada, no mesmo lugar, um ataque similar de um grupo desconhecido a um carro provocou a morte de mais de 20 pessoas.

O Sudão do Sul é palco de um conflito civil que explodiu em dezembro de 2013 entre as forças leais ao presidente do país, Salva Kiir, da etnia dinka, e ao então vice-presidente Riek Machar, da tribo nuer, acusado de orquestrar um golpe de Estado.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos