Polícia da Venezuela mata 5 criminosos em confronto no leste de Caracas

Caracas, 9 mai (EFE).- A polícia da Venezuela entrou em confronto e matou cinco membros de uma conhecida quadrilha na madrugada desta terça-feira, no oeste de Caracas, capital do país.

O ministro do Interior e Justiça da Venezuela, Néstor Reverol, informou que agentes das forças especiais da Polícia Nacional Bolivariana (PNB) abriram fogo contra integrantes da quadrilha "El Coqui" depois de eles terem invadido uma casa e feito três pessoas - uma mãe e seus dois filhos - reféns durante a fuga.

Cinco membros da quadrilha foram mortos na ação. Antes, eles lançaram uma granada contra os agentes durante o enfrentamento. Três policiais ficaram feridos pelos estilhaços do explosivo.

Segundo o Ministério Público da Venezuela, depois de uma negociação entre os criminosos, policiais e agentes do Corpo de Investigações Científicas e Criminalísticas (Cicpc), os reféns foram libertados.

"Foram confiscadas várias armas de fogo e outra granada no procedimento, itens com os quais eles ameaçaram as vítimas", explicou o Ministério Público em nota.

Os homens, que segundo Reverol planejavam atos de vandalismo e assaltos a estabelecimentos comerciais, foram presos e estão à disposição da Promotoria.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos