Procurador peruano vai interrogar Marcelo Odebrecht na 2ª feira em Curitiba

Lima, 9 mai (EFE).- O procurador Germán Juárez, do Ministério Público do Peru, vai interrogar na próxima segunda-feira, em Curitiba, o empresário Marcelo Odebrecht como parte da investigação de supostas contribuições irregulares à campanha que levou Ollanta Humala à presidência do país sul-americano em 2011.

"As partes foram notificadas para que possam participar de tal diligência", informou o Ministério Público peruano no Twitter.

O ex-presidente do grupo Odebrecht admitiu à Justiça brasileira que, com intermediação do ex-ministro Antonio Palocci, teria contribuído, "via Setor de Operações Estruturadas", com US$ 3 milhões de dólares para a campanha de Humala.

Durante o governo de Humala (2011-2016), a Odebrecht ganhou a concessão, com a espanhola Enagás e a peruana Graña y Montero, das obras do Gasoduto Sul Peruano, orçadas em US$ 7 bilhões, mas após o escândalo as autoridades peruanas anularam o contrato.

De acordo com o jornal peruano "El Comércio", Jorge Barata, ex-diretor da Odebrecht no Peru, também será interrogado por Juárez no Brasil em data que será anunciada nos próximos dias.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos