Pentágono confirma que armará curdos na Síria, apesar de queixas da Turquia

Washington, 10 mai (EFE).- O Pentágono confirmou nesta quarta-feira que armará "logo" seus aliados curdos na Síria, com o objetivo que contribuam no terreno à ofensiva em Al Raqqa, capital do autoproclamado califado do Estado Islâmico (EI).

O presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, criticou hoje duramente a decisão dos Estados Unidos de entregar armamento às milícias curdas na Síria, por considerá-las uma extensão do grupo terrorista Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK).

"Vamos fornecer recursos (armamento e outros materiais) a nossas forças aliadas logo. No que se refere às facções curdas e à coalizão sírio-árabe, esperamos abastecê-los com os mesmos recursos que lhes demos todo este tempo", assegurou hoje em coletiva de imprensa em Bagdá o porta-voz da missão contra o EI na Síria e no Iraque, , John Dorrian.

Dorrian indicou que o armamento, do qual só especificou que incluirá metralhadoras de grande calibre, será distribuído rapidamente tanto a facções curdas como árabes das Forças da Síria Democrática (FSD), que vão contribuir aos avanços para Al Raqqa.

O porta-voz militar americano também disse que essas mesmas forças já tomaram a maior parte da localidade síria de Al Tabqa, um local estratégico para avançar rumo a Al Raqqa.

"Cada uma dessas armas que vamos fornecer a nossos aliados vai ser controlada para assegurar-nos que apontam para o EI", garantiu Dorrian.

A Turquia, aliada dos EUA e da Otan, se mostrou abertamente crítica com Washington por apoiar as milícias curdas na Síria, cuja influência quer afastar de sua fronteira por medo de promover o sentimento independentista curdo.

Os Estados Unidos, por sua parte, alegaram que os curdos, bem como outros componentes das FSD, são os aliados mais eficazes no terreno para acabar com o EI no caos da guerra civil síria.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos