Snowden critica demissão de diretor do FBI

Moscou, 10 mai (EFE).- O ex-analista da Agência Nacional de Segurança americana (NSA) Edward Snowden criticou nesta quarta-feira a demissão do diretor do FBI (polícia federal dos Estados Unidos), James Comey.

"Deixando à parte a política: cada americano deveria condenar tal ingerência política no trabalho do FBI", escreveu em sua conta na rede social Twitter.

Snowden, alvo da Justiça de seu país por alta traição após revelar um programa de espionagem em massa, publicou este comentário após Comey ter sido demitido pelo presidente Donald Trump.

"Este diretor do FBI tentou me prender durante anos devido a minhas atividades políticas. Se eu consigo me opor a essa demissão, vocês também conseguem", disse Snowden.

Trump demitiu Comey por recomendação do procurador-geral, Jeff Sessions, segundo informou a Casa Branca, decisão criticada por congressistas democratas como Nancy Pelosy e republicanos como John McCain.

O porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, afirmou nesta quarta-feira que a Rússia espera que a decisão de Trump não afete as relações bilaterais entre Moscou e Washington.

Comey, nomeado em 2013 pelo então presidente Barack Obama, investigou os supostos laços de Trump com a Rússia e a ingerência do Kremlin nas eleições presidenciais americanas de novembro de 2016.

Recentemente, Snowden defendeu que seja investigada a suposta influência russa nessas eleições, mas lembrou que ainda não foram apresentadas evidências.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos