Vice-presidente dos EUA considera "adequada" demissão de diretor do FBI

Washington, 10 mai (EFE).- O vice-presidente dos Estados Unidos, Mike Pence, opinou nesta quarta-feira que a decisão do presidente Donald Trump de demitir o diretor do FBI (polícia federal americana), James Comey, foi "a adequada no momento adequado" e negou que a medida tenha relação com a investigação sobre a suposta relação entre Rússia e a campanha do atual governante.

"O presidente (Trump) tomou a decisão adequada no momento adequado", disse Pence à imprensa ao chegar ao Capitólio de Washington e comentar a demissão ocorrida na terça-feira, o que gerou uma tormenta política em Estados Unidos.

Nas primeiras declarações de um alto cargo do governo após a surpreendente notícia, o vice-presidente ressaltou que Trump "não está sob investigação" e que "não há evidência de conspiração entre a campanha e o governo russo".

"Era o momento de um novo começo. Os americanos precisam ter confiança no FBI", acrescentou Pence.

O vice-presidente americano comentou que Trump já começou nesta manhã a analisar possíveis candidatos para liderar a polícia federal.

Comey era quem liderava uma investigação sobre os possíveis vínculos entre a campanha eleitoral do magnata e Moscou, algo que o atual governante negou em diversas ocasiões.

O presidente se encontrou nesta quarta-feira com o ministro russo de Relações Exteriores, Sergey Lavrov, na Casa Branca, o contato de mais alto nível de Trump com o Kremlin desde que chegou ao poder. EFE

afs/vnm

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos