Pastorinhos serão canonizados por curar brasileiro de traumatismo craniano

Lisboa, 11 mai (EFE). - A cura completa do traumatismo craniano grave de um menino paranaense é o que, ao ser reconhecido milagre pelo Vaticano, fará possível a canonização dos irmãos Francisco e Jacinta Marto, dois dos três Pastorinhos de Fátima testemunhas das aparições marianas.

Francisco (1908-1919) e Jacinta (1910-1920) foram dois dos três meninos que, com a prima Lucia (1907-2005), disseram ter visto a santa em 1917, em aparições cujo centenário será comemorado amanhã e sábado com a presença do papa Francisco em Portugal.

O processo para a passagem de beatos a santos vinha acontecendo em sigilo por se tratar de um menor de idade, mas hoje foi revelada em Fátima pelos pais do menino, João Batista e Lucila Yurie, da cidade de Juranda, no Paraná.

Conforme o relato do casal, Lucas sofreu um grave traumatismo craniano depois de cair por uma janela em 3 março de 2013, quando tinha cinco anos. A queda, de uma altura de 6,50 metros, provocou "traumatismo craniano grave, com perda de tecido cerebral no lóbulo frontal esquerdo", e fez que chegasse ao hospital "em coma muito grave", explicou o pai em entrevista coletiva.

No hospital, o menino teve duas paradas cardíacas e foi operado de emergência.

"Os médicos diziam que ele tinha poucas probabilidades de sobreviver", afirmou João.

A família começou a rezar para Nossa Senhora de Fátima e no dia seguinte telefonou para o Convento de Nossa Senhora do Carmo, em Campo Mourão, para pedir que as irmãs de lá rezassem para o menino. Temendo que a criança não resistisse, a própria freira que atendeu fez uma oração para confortar os pais.

O menino piorava e os médicos disseram que as chances de escapar eram baixas e que "se sobrevivesse teria uma recuperação muito demorada, ficando com graves deficiências cognitivas ou mesmo em estado vegetativo".

Em 7 de março, os pais voltaram a ligar para o convento e a irmã que recebeu a chamada deu o recado à comunidade. Uma freira disse ter sentido um impulso e decidiu recorrer as relíquias dos beatos, que estavam junto do Sacrário.

Segundo os pais, ela teria dito: "Pastorinhos, salvem esse menino, que é uma criança como vocês". A freira também convenceu toda a comunidade a rezar com ela apenas pela intercessão dos Pastorinhos.

Em 9 de março, Lucas acordou do coma e começou a falar. No dia 11, saiu da UTI. No 15 teve alta totalmente recuperado e sem qualquer sequela. Os médicos não encontraram explicações objetivas para a recuperação do menino.

"Damos graças a Deus pela cura do Lucas e sabemos com toda a fé do nosso coração, que foi obtido este milagre pelos Pastorinhos Francisco e Jacinta. Sentimos uma imensa alegria por ser este o milagre que os levou à canonização, mas principalmente sentimos a bênção da amizade dessas duas crianças, que ajudaram o nosso menino e agora ajudam a nossa família", encerrou o pai.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos