Putin recebe Abbas para abordar conflito com Israel após mediação de Trump

Moscou, 11 mai (EFE).- O presidente da Rússia, Vladimir Putin, se reuniu nesta quinta-feira com o presidente da Autoridade Nacional Palestina (ANP), Mahmoud Abbas, para abordar o conflito com Israel.

"Durante muitos anos, trabalhamos juntos em um dos principais problemas do mundo atual: a recuperação do conflito do Oriente Médio. Estou muito contente em vê-lo. Espero que sua visita seja muito produtiva", disse Putin ao receber Abbas em Sochi.

O líder palestino se reuniu com Trump na última quarta-feira. Depois do encontro, afirmou que está disposto a retomar os diálogos de paz com Israel sob a mediação da Casa Branca.

Hoje, Putin lembrou que as raízes históricas das relações entre russos e palestinos são profundas. E agradeceu o presidente da ANP pela atenção dada à cooperação entre os dois países.

"As relações com a Palestina, para nós, têm um caráter particular", indicou o presidente russo.

Abbas ressaltou que os palestinos sempre sentiram que Putin apoia as aspirações políticas do grupo e que a postura da Rússia tem se mantido invariável desde o estabelecimento das relações.

"A postura da Rússia se destaca por sua firmeza no que se refere ao apoio da independência do Estado palestino nas fronteiras de 1967 com a capital em Jerusalém Oriental", indicou Abbas.

O líder palestino disse ser impossível solucionar o conflito sem a participação da Rússia.

"A Rússia deve estar conosco, manter uma postura similar, e espero que assim o seja nos próximos meses. E que enfim possamos chegar, graças a todos os esforços, a declaração da independência do Estado da Palestina", indicou.

Abbas também pediu em uma carta a Putin que o presidente russo interfira para evitar a transferência da embaixada dos EUA de Tel Aviv para Jerusalém, uma proposta que Trump fez durante a campanha.

A Rússia expressou preocupação pela paralisação das negociações entre Palestina e Israel. Putin propôs Moscou como sede de uma possível reunião entre Abbas e o primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos