Ataque com carro-bomba mata 15 pessoas no Paquistão

Islamabad, 12 mai (EFE).- Pelo menos 15 pessoas morreram e mais de 25 ficaram feridas em um ataque com carro-bomba contra o vice-presidente do Senado do Paquistão, Abdul Ghafoor Haideri, na cidade de Mastung, no oeste do país, informou à Agência Efe uma fonte da Polícia local.

As informações foram dadas por o porta-voz da Polícia de Mastung, Muhammad Azam, ao explicar que o veículo explodiu perto de uma mesquita durante a passagem de um comboio no qual se deslocava o parlamentar e que Haideri ficou ferido.

O político emitiu uma mensagem na qual disse que está bem, segundo a imprensa local.

Khan disse à Agência Efe que "aparentemente foi um ataque suicida" embora os artífices estão revisando a natureza da explosão, para determinar se pôde ser um artefato explosivo colocado na estrada.

O ataque aconteceu quando o político ia para uma mesquita de Mastung, cidade próxima à localidade conflituosa de Quetta, para participar da oração da sexta-feira.

Outra fonte da Polícia local disse que o hospital principal do distrito de Mastung se declarou em emergência para atender às vítimas do atentado.

O Paquistão é palco habitual de ataques de grupos extremistas contra minorias religiosas ou representantes do estado, desde políticos a membros do poder judicial.

O último deles aconteceu no final de abril quando dez membros da comunidade xiita morreram e 13 ficaram feridos em um atentado com bomba no noroeste do país.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos