Bisavó argentina adota legalmente nome de bisneta recém-nascida

Buenos Aires, 12 mai (EFE).- Haydée Bontá, uma idosa de 86 anos, se tornou a primeira bisavó que recorreu à Justiça na Argentina para adotar o nome de sua bisneta recém-nascida, Matilda, com quem protagoniza um curta-metragem que narra sua história.

A iniciativa da octogenária, que inspirou a campanha de publicidade de uma revista dedicada às mães e seus bebês, começou no dia em que sua neta Laura lhe disse que estava grávida e que seu desejo era homenageá-la chamando a menina de Haydée.

O orgulho e a alegria constrangeram a idosa, que não conseguiu tirar da cabeça que o nome que sua neta gostava, na verdade, era Matilda.

Foi então que Haydée decidiu promover uma medida judicial que lhe permitisse inverter a história e ser ela mesma quem homenageasse sua bisneta, para, depois de 86 anos, acrescentar outro nome em sua carteira de identidade.

"Quando uma bisneta chega, nossas responsabilidades terminam e só nos sobra a felicidade de ver-nos prolongados nela", declarou a bisavó durante uma entrevista à revista que divulgou sua história.

Haydée Matilda admitiu que sua decisão foi quase irracional, mas que a sentiu "como um presente que queria dar a esta nova pessoinha que se integrava à família".

Como resultado desse sentimento inicial, junto com sua filha, neta e bisneta, Haydée aparece no curta, produzido pela revista "Ahora mamá", que deixará esse gesto eternizado em um filme.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos