EI reivindica ataque contra vice-presidente do Senado do Paquistão

(corrige data no lide)

Cairo, 12 mai (EFE).- O grupo terrorista Estado Islâmico (EI) reivindicou através da agência de notícias "Amaq" o atentado desta sexta-feira contra o comboio do vice-presidente do Senado do Paquistão, Abdul Ghafoor Haideri, na cidade de Mastung, no oeste do país.

O ataque foi feito por um "mártir" do EI que portava um colete explosivo, segundo um breve comunicado da agência filiada aos extremistas difundido nas redes sociais.

A Amaq não deu mais detalhes, mas confirmou que Haideri foi o alvo do atentado, no qual morreram pelo menos 25 pessoas e mais de 30 ficaram feridas.

O chefe da Polícia de Mastung, Safar Khan, disse à Agência Efe que o vice-presidente do Senado sofreu ferimentos leves.

O político enviou uma mensagem dizendo que está bem, de acordo com a imprensa local: "Estou bem, triste com as mortes", escreveu.

O ataque aconteceu quando o político ia a uma mesquita de Mastung, cidade próxima à localidade conflituosa de Quetta, para participar da oração do meio-dia de sexta-feira, o dia mais importante da semana para os muçulmanos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos