Papa se apresenta como "bispo vestido de branco" diante da Virgem de Fátima

Fátima (Portugal), 12 mai (EFE).- O papa Francisco se apresentou nesta sexta-feira em Fátima, na oração que pronunciou na Capelinha das Aparições do santuário mariano da cidade portuguesa, como "um bispo vestido de branco", as mesmas palavras usadas no terceiro segredo revelado pela Virgem aos três pastorinhos na Cova da Iria em 1917.

Pouco após chegar à capela, o papa permaneceu vários minutos em silêncio diante da Virgem de Fátima, e as centenas de milhares de pessoas que estavam no complexo do santuário e que até esse momento aclamavam o pontífice também silenciaram.

Depois começou a oração na qual Francisco se apresentou "como bispo vestido de branco", mesma expressão usada no terceiro segredo sobre um pregador que "caía morto", e que foi interpretada como o atentado ao papa João Paulo II em 1981.

Francisco também se definiu diante da Virgem como "um peregrino da paz" que "age na história humana", em uma referência às profecias sobre o futuro do mundo reveladas aos pastorinhos Lúcia, Francisco e Jacinta e que completam cem anos.

O pontífice pediu à Virgem que lembre de todos os que "querem viver em Deus e rezam os mistérios de Cristo para alcançar a paz". Ele também fez referência "às dores da família humana que geme e chora neste vale de lágrimas".

Francisco também lembrou "o sangue do Cordeiro derramado ainda em todas as guerras que destroem o mundo em que vivemos" e pediu que a Igreja seja "imagem da coluna luminosa que ilumina os caminhos do mundo, mostrando que Deus existe".

"Seremos peregrinos de todos os caminhos. Derrubaremos todos os muros e venceremos todas as fronteiras, saindo para todas as periferias, revelando a justiça e a paz de Deus", disse.

"E, para o mundo, peço a concórdia. Entre todos os povos. Peregrino da esperança que o Espírito alenta. Quero ser profeta e mensageiro para lavar os pés de todos na mesma missa que nos une", rezou.

O papa depois acariciou a imagem da Virgem e doou uma rosa de ouro, tornando-se assim o terceiro pontífice a dar este presente após Paulo VI, que a enviou em 1964 em pleno Concílio Vaticano II, e Bento XVI, em 2010.

Depois, Francisco abençoou os fiéis e deixou o santuário para descansar uma hora na Casa Nossa Senhora do Carmo, onde também ficará à noite, depois de retornar da bênção das velas e da oração do Rosario.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos