Papa suplica à Virgem de Fátima esperança e paz para a humanidade

Fátima (Portugal), 13 mai (EFE).- O papa Francisco suplicou neste sábado à Virgem de Fátima que conceda a "esperança e a paz" que toda a humanidade necessita, durante a homilia que pronunciou no santuário em Portugal, onde compareceu para celebrar o centenário das aparições marianas.

Nesta cerimônia, o papa também proclamou santos os dois pastorinhos, Jacinta e Francisco, que junto com sua prima Lúcia foram testemunhas das aparições.

"Irmãos e irmãs, obrigado por me acompanhardes! Não podia deixar de vir aqui venerar a Virgem Mãe e confiar-lhe os seus filhos e filhas", afirmou Francisco diante de milhares de pessoas que se reuniram na esplanada do santuário.

E o pontífice acrescentou: "dos braços da Virgem virá a esperança e a paz que necessitam e que suplico para todos os meus irmãos no Batismo e em humanidade, de modo especial para os doentes e pessoas com deficiência, os presos e desempregados, os pobres e abandonados".

Francisco também pediu "uma verdadeira mobilização geral contra esta indiferença que nos gela o coração e agrava a miopia do olhar".

"Não queiramos ser uma esperança abortada! A vida só pode sobreviver graças à generosidade de outra vida", enfatizou o pontífice.

Ao falar das aparições que completam 100 anos, o papa argentino explicou: "a Virgem Mãe não veio aqui, para que A víssemos; para isso teremos a eternidade inteira, naturalmente se formos para o Céu.".

Segundo o pontífice, embora "antevendo e advertindo-nos para o risco do Inferno onde leva a vida - tantas vezes proposta e imposta - sem-Deus e profanando Deus nas suas criaturas", o que a Virgem Mãe fez com suas aparições é "lembrar-nos a Luz de Deus que nos habita e cobre".

"Queridos peregrinos, temos Mãe. Agarrados a Ela como filhos, vivamos da esperança que assenta em Jesus", acrescentou Francisco.

O papa descreveu à Virgem como "uma âncora" onde "fundeemos a nossa esperança nessa humanidade colocada nos Céus à direita do Pai".

"Que esta esperança a alavanca da vida de todos nós! Uma esperança que nos sustente sempre, até ao último respiro", afirmou Francisco.

O papa também citou em sua homilia os já santos "São Francisco Marto e Santa Jacinta, a quem a Virgem Maria introduziu no mar imenso da Luz de Deus e aí os levou a adorá-Lo".

"Daqui lhes vinha a força para superar contrariedades e sofrimentos", disse o pontífice.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos