Áustria realizará eleições antecipadas neste ano, segundo chanceler federal

Viena, 14 mai (EFE).- A Áustria realizará "com segurança" eleições parlamentares antecipadas, possivelmente no final do ano, declarou neste domingo o chanceler federal, o social-democrata Christian Kern, à televisão pública "ORF".

"Com segurança haverá eleições, suponho que no próximo outono", disse Kern sobre a atual crise política após a renúncia na quarta-feira do líder do conservador Partido Popular (ÖVP) e vice-chanceler, Reinhold Mitterlehner.

O chanceler descartou um Governo de minoria do Partido Social-Democrata (SPÖ) caso haja saída dos conservadores da grande coalizão.

As declarações de Kern ocorrem horas antes de o ÖVP escolher um novo líder, que provavelmente será o atual ministro de Relações Exteriores, Sebastian Kurz.

Kurz, de 30 anos, e o político mais bem avaliado do país nas pesquisas, defendeu na sexta-feira eleições antecipadas e rejeitou a oferta de Kern de aplicar uma agenda de reformas até o final da legislatura, em setembro de 2018.

A grande coalizão entre social-democratas e conservadores que está no poder há três legislaturas desde 2007 passa por momentos de turbulências pelas disputas internas sobre as políticas a aplicar em questões como imigração, reforma fiscal e educação.

O chefe de Governo assegurou que com a eleição de Kurz como líder dos conservadores acaba a grande coalizão dado que na sexta-feira exigiu novas eleições e rejeitou sua oferta de terminar a legislatura.

Kurz exigiu para assumir a presidência dos conservadores mãos livres para definir a linha da formação e a confecção das listas eleitorais, entre outros aspectos, o que reduziria a meramente testemunhal o papel da direção do ÖVP.

O ultra-nacionalista Partido Liberal (FPÖ) lidera as pesquisas com cerca de 30% da intenções de voto, ligeiramente acima do Partido Social-Democrata (SPÖ) e com quase 10 pontos a mais que o ÖVP.

No entanto, com Kurz à frente, o ÖVP poderia ter chances de aumentar suas intenções de voto e, segundo alguns analistas, tentar uma coalizão com os ultras.

O ÖVP e o FPÖ já governaram juntos entre os anos 2000 e 2007.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos