Candidatos independentes ganham terreno nas eleições locais da Cisjordânia

Ramala (Cisjordânia), 14 mai (EFE).- Os candidatos de listas independentes conseguiram a maioria dos assentos nos conselhos municipais da Cisjordânia, 65% deles, nas eleições realizadas no sábado com escassa participação, de 53,4%, e entre chamadas ao boicote do Hamas, que não permitiu sua convocação em Gaza.

O presidente da Comissão Central de Eleições, Hana Naser, anunciou hoje em uma coletiva de imprensa, quase 24 horas depois do fechamento dos colégios, os últimos dados da contagem dos votos que foram depositados ontem nas urnas por 403.213 palestinos, dos 787.386 que foram convocados para o pleito.

Os palestinos foram chamados para escolher 1.561 representantes em 145 câmaras municipais, enquanto 181 municípios confirmavam a vitória dos únicos candidatos que se apresentaram e em 65 não houve eleições porque não havia candidaturas.

No total, 1,3% dos votos foram em branco e 2,75% nulos.

Os resultados mostraram a aposta dos palestinos pelos independentes, que constituíam 58,4% dos aspirantes, alguns dos quais, segundo aponta de maneira oficiosa, eram apoiados pelo Hamas, que oficialmente não apresentou candidatos e nem deixou que a realização das eleições na Faixa.

As outras candidaturas estavam filiadas a partidos políticos, em sua grande maioria ao nacionalista Al Fatah, liderado pelo presidente palestino, Mahmoud Abbas, que perdeu apoio desde as últimas eleições locais de 2012, realizadas somente na Cisjordânia. EFE

mas-mss/ff

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos