Emboscada do exército argelino resulta em morte de 6 supostos jihadistas

Argel, 14 mai (EFE).- Uma emboscada realizada pelo exército da Argélia no entorno da cidade de Ain Defla, que fica 114 quilômetros a sudoeste da capital Argel, causou a morte de seis supostos jihadistas, anunciou neste domingo o Ministério da Defesa do país árabe.

Os seis supostos jihadistas morreram no sábado durante uma operação de combate ao terrorismo na qual os militares também apreenderam seis fuzis de assalto, explicou a fonte em um comunicado divulgado em seu site.

A atividade jihadista e o tráfico de armas aumentaram de forma considerável este ano na Argélia, devido à crescente instabilidade na região, em particular ao longo da fronteira que o país compartilha com Tunísia e Líbia.

Segundo a revista especializada em temas militares "Al Jeish" (exército), órgão de propaganda do Ministério de Defesa argelino, 125 supostos jihadistas foram abatidos pelas forças armadas do país e 225 foram detidos em 2016.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos