Especialista que ajudou a limitar ciberataque global alerta de novas ondas

Londres, 14 mai (EFE).- Um especialista em informática conhecido como "MalwareTech", que ajudou a limitar o alcance do ciberataque global que afetou perto de cem países na sexta-feira, alertou hoje de que outros ataques similares poderiam ser desencadeados de maneira iminente.

O britânico de 22 anos, que prefere manter o anonimato, afirmou à BBC que "talvez não este fim de semana, mas com bastante probabilidade na segunda-feira pela manhã" começará um ataque similar.

"É muito importante que as pessoas protejam seus sistemas agora", disse o homem, depois que um software malicioso bloqueou mais de 125 mil computadores na sexta-feira em países como Reino Unido, Espanha, França e Rússia, segundo a rede britânica.

"MalwareTech" e especialistas da firma de segurança Proofpoint desativaram o vírus ao comprar um domínio de internet com o qual o software tentava se comunicar, o que serviu como um "interruptor" para deter a propagação de um "malware" que pedia um resgate em dinheiro para restaurar o sistema.

"Detivemos este, mas chegará outro e não poderemos fazê-lo. Há muito dinheiro nisto. Não há razão para que deixem de fazê-lo. Não é muito esforço modificar o código e começar de novo", explicou o britânico.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos