Guterres condena violência e reafirma mandato de missão da ONU na RCA

As Nações Unidas, 14 mai (EFE).- O secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, condenou neste domingo os recentes ataques contra civis e membros das forças de paz da ONU na cidade de Bangassou, na República Centro-Africana, e reafirmou o mandato da missão da ONU nesse país.

Os ataques "levaram a um significativo deslocamento da população, um número indeterminado de vítimas civis e à morte de um soldado de paz marroquino, elevando a seis o número de pacificadores assassinados na República Centro-Africana nesta semana", disse em um comunicado o porta-voz Stéphane Dujarric.

Guterres, que afirmou estar "indignado" com os incidentes ocorridos entre 12 e 13 de maio, reafirmou "a determinação das Nações Unidas para avançar na implementação do mandato "da missão que a ONU tem na República Centro-Africana (Minusca).

Além disso, o diplomata estendeu seu "profundo agradecimento aos países contribuintes das tropas e da Minusca por seu apoio".

"Estes recentes incidentes demonstram amplamente que a situação na República Centro-Africana é ainda frágil e a necessidade de um apoio sustentado regional e internacional para superar os desafios", destacou Guterres.

O secretário-geral ofereceu suas condolências à família do soldado de paz morto e às autoridades marroquinas, além de reiterar que o assassinato de pacificadores pode constituir um crime de guerra, como já avisou o Conselho de Segurança da ONU na semana passada.

Guterres condenou "contundentemente" os ataques contra a população civil e a Minusca e fez uma chamada às autoridades do país para que investiguem o ocorrido e "levem rapidamente os responsáveis perante a Justiça".

Pelo menos 12 civis e um membro da Minusca morreram na madrugada de sábado em um ataque da milícia anti-Balaka a uma sede da ONU em Bangassou, no sudeste do país.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos