Imigrante liga para a polícia, pede para ser deportado e acaba preso nos EUA

Miami (EUA.), 15 mai (EFE).- Um guatemalteco sem visto para viver nos Estados Unidos ligou várias vezes para a polícia da Flórida para pedir que fosse deportado e acabou detido por usar o telefone de emergências para uma situação sem riscos.

César Sánchez, de 29 anos, foi processado em 9 de maio na cidade de Naples, na costa oeste da Flórida, e deve se apresentar à Justiça no próximo dia 31, segundo documentos do condado de Collier obtidos pela a Agência Efe hoje.

Sánchez, que permanece preso, teve a fiança estabelecida em US$ 2 mil. Ele é acusado de "fazer mau uso do 911", o telefone de emergência da polícia dos EUA.

O guatemalteco ligou para a polícia para pedir que o deportassem porque estava se sentindo mal. "Não é uma emergência, tudo o que eu quero é ser deportado", disse Sánchez na ligação.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos