Marine Le Pen retoma presidência da Frente Nacional

Paris, 15 mai (EFE). - Marine Le Pen reassumiu nesta segunda-feira a chefia partido de extrema direita Frente Nacional (FN) após ter deixado o cargo provisoriamente para concorrer às eleições presidenciais da França, na que foi derrotada por Emmanuel Macron.

Ela foi substituída pelo presidente interino do partido Steeve Briois, que anunciou no Twitter a volta de Marine.

"Orgulhoso da confiança @MLP_officiel depositou em mim. Ela agora está na presidência da @FN_officiel! Rumo às legislativas", escreveu, em alusão ao pleito do próximo mês de junho.

Recentemente, o entorno de Marine Le Pen fez questionamentos nos sobre ela concorrer às eleições legislativas, como era dado como certo, já que está "esgotada", conforme a imprensa francesa.

Depois de ficar em segundo lugar no primeiro turno das eleições, realizada em 23 de abril, ela disse que pegaria uma "licença" como presidente do FN para representar "todos os franceses" no segundo turno. Em seu lugar assumiu o presidente interino Jean-François Jalkh, que poucos dias depois teve que ser retirado por sobre questionamentos feitos há dez anos sobre o uso de Zyklon B nas câmaras de gás durante o nazismo.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos