OEA convoca reunião de chanceleres sobre Venezuela para o dia 31 de maio

Washington, 15 mai (EFE).- A Organização dos Estados Americanos (OEA) aprovou nesta segunda-feira a convocação de uma reunião de consulta de chanceleres sobre a situação da Venezuela para o dia 31 de maio na sede do organismo em Washington.

A proposta da data, apresentada pela delegação do México, foi aprovada com 18 votos a favor, um contra, 13 abstenções e duas ausências.

Os 18 apoios eram o mínimo necessário (a maioria simples dos 35 Estados-membros) para que esta proposta seguisse adiante, depois de dias de bloqueio pela falta de consenso sobre o dia da reunião e o fundo da mesma.

Votaram a favor da proposta Brasil, Guatemala, Guiana, Honduras, Jamaica, México, Panamá, Paraguai, Peru, Uruguai, Argentina, Bahamas, Barbados, Belize, Canadá, Chile, Colômbia e Estados Unidos.

Apenas a Nicarágua - fiel aliado da Venezuela - votou contra, enquanto se abstiveram Haiti, República Dominicana, São Cristóvão e Nevis, Santa Lúcia, São Vicente e Granadinas, Suriname, Trinidade e Tobago, Antígua e Barbuda, Bolívia, Costa Rica, Dominica, Equador e El Salvador.

As ausências foram de Granada e Venezuela, país que hoje deixou pela terceira vez consecutiva seu assento vazio, depois de solicitar no dia 28 de abril sua saída da organização - que não será efetiva até 2019 - precisamente pela aprovação da convocação da reunião de chanceleres sobre sua crise no último dia 26 de abril.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos