Pescador de Gaza morre ao ser atingido por fogo da marinha israelense

Gaza, 15 mai (EFE).- Um pescador da Palestina morreu nesta segunda-feira pelos ferimentos causados por disparos da marinha de Israel, após um incidente registrado no litoral da Faixa de Gaza, confirmou o Ministério da Saúde do movimento islamita Hamas, que controla o território palestino.

Segundo o ministério do Hamas, as forças israelenses abriram fogo contra um barco de pescadores e feriram Mohamed Bakr, de 20 anos, que foi levado para um hospital em Israel, onde morreu horas depois.

Um porta-voz das forças de Israel confirmou para a Agência Efe esta morte e assegurou que "o incidente está sendo revisado".

"Esta manhã, um barco ultrapassou a área de pesca delimitada por Israel e os militares atiraram para o alto em sinal de alerta, mas a embarcação continuou avançando e os militares voltaram a abrir fogo, ferindo uma pessoa, que foi evacuada", detalhou o porta-voz.

Israel ampliou recentemente a zona de pesca para nove milhas náuticas.

Os palestinos denunciam que os navios israelenses abrem fogo contra quem viola essa proibição, com o argumento de que os barcos podem introduzir explosivos e armas em Gaza.

Segundo os Acordos de Oslo, a área de pesca em Gaza ficou delimitada a 12 milhas marítimas, mas, após a tomada de controle do território litorâneo pelo Hamas em 2007, Israel impôs um duro bloqueio e reduziu o espaço para a pesca.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos