Bombardeio de coalizão árabe mata 18 civis no Iêmen

Sana, 17 mai (EFE).- Um bombardeio da aviação da coalizão árabe, liderada pela Arábia Saudita, matou ao menos 18 civis nesta quarta-feira, entre eles mulheres e crianças, no sudoeste do Iêmen, informaram à Agência Efe fontes da milícia pró-governo Resistência Popular.

Os aviões da coalizão se equivocaram e atacaram um caminhão onde estavam os civis, que voltavam de um mercado situado na região de Barj, na província de Taiz, segundo informaram as fontes das milícias, leais ao presidente iemenita, Abdo Rabu Mansur Hadi.

De acordo com as fontes, a aviação realizou outros bombardeios em uma escola e em um centro de saúde, onde supostamente há a presença de rebeldes houthis no distrito de Muza, que é o acesso ocidental da província e que se encontra sitiado pelos houthis.

Taiz, a terceira maior província do Iêmen e controlada pelas forças leais a Hadi, é cenário de violentos combates há mais de dois anos, como consequência das contínuas tentativas dos houthis de entrar.

O Iêmen é palco de um conflito entre os rebeldes houthis e seus aliados e as forças fiéis ao presidente Hadi, que conta com o apoio de uma aliança militar liderada pela Arábia Saudita. Além disso, o país árabe sofre uma epidemia de cólera que causou a morte de mais de 200 pessoas nas últimas três semanas.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos