Soldados somalis morrem ao interceptar carro-bomba em Mogadíscio

Mogadíscio, 17 mai (EFE). - Pelo menos dois soldados somalis morreram nesta quarta-feira em Mogadíscio ao deter um carro com explosivos que ia atacar um alvo desconhecido na capital do país, informou a Polícia.

Ao ser descoberto pelas forças de segurança, o terrorista do grupo Al-Shabaab que dirigia o carro detonou a carga explosiva, provocando a morte de pelo menos dois soldados que faziam parte da operação que evitou o atentado.

"Encontramos o carro cheio de explosivos e tentamos capturar o motorista vivo, mas ele explodiu o veículo. Duas pessoas morreram", declarou o delegado de Wadajir, Mohamed Madaxaey.

A explosão provocou também ferimentos leves em outros membros da equipe policial.

As forças de segurança conseguiram assim abortar um novo ataque da Al-Shabaab, que atenta regularmente contra civis, políticos e militares na capital e outras partes da Somália.

O carro-bomba interceptado hoje foi descoberto graças a informações obtidas pelas autoridades da Somália, que asseguraram que redobrarão os esforços para combater as ações dos terroristas na capital.

A Al Shabab - que se vinculou à Al Qaeda em 2012 - controla parte do centro e do sul do país e tenta instaurar um Estado islâmico ultraconservador. Desde 1991, quando o ditador Siad Barre foi derrubado, a Somália vive em um estado de guerra e caos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos