Dono da JBS pede desculpas aos brasileiros e reconhece pagamento de propinas

São Paulo, 18 mai (EFE).- Um dos proprietários da JBS, Joesley Batista, pediu desculpas aos brasileiros nesta quinta-feira e admitiu que a empresa fez "pagamentos indevidos a agentes públicos" em meio ao escândalo que colocou em risco o presidente Michel Temer.

"Erramos e pedimos desculpas. Não honramos nossos valores quando tivemos que interagir, em diversos momentos, com o poder público brasileiro. E não nos orgulhamos disso", disse Batista na carta.

O empresário indicou, no entanto, que o espírito empreendedor da JBS, uma das maiores exportadoras de carne do mundo, se deparou com um "sistema brasileiro que muitas vezes cria dificuldades para vender facilidades". Isso levou a empresa a "optar por pagamentos indevidos a agentes públicos".

Joesley assinou, junto com seu irmão Wesley, também proprietário da JBS, um acordo de delação premiada com a Justiça para revelar um novo capítulo no escândalo de corrupção que abala o país. As denúncias atingiram em cheio Temer e o senador Aécio Neves (PSDB).

"Assinamos acordos com o Ministério Público. Concordamos em participar de alguns dos mais incisivos mecanismos de investigação existentes e nos colocamos à disposição da Justiça para expor, com clareza, a corrupção das estruturas do Estado brasileiro", escreveu Joesley na carta publicada hoje.

Foi Joesley que gravou em março um encontro com Temer, no qual o presidente teria dado aval para a compra do silêncio do ex-presidente da Câmara dos Deputados Eduardo Cunha, preso por corrupção.

Por causa da gravação, o Supremo Tribunal Federal abriu uma investigação contra o presidente, que hoje afirmou que não tem a intenção de renunciar ao cargo.

Na carta, Joesley comentou que, apesar da tentativa de explicar suas atitudes, não há justificativa para ela.

"O Brasil mudou, e nós mudamos com ele. Por isso estamos indo além do pedido de desculpas. Assumimos aqui um compromisso público de sermos intolerantes e intransigentes com a corrupção", disse.

"Pedimos desculpas a todos os brasileiros e a todos que decepcionamos, que acreditam e torcem por nós. Enfrentaremos esse difícil momento com humildade e o superaremos acordando cedo e trabalhando muito", concluiu Joesley.
 

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos