Assange é livre para deixar embaixada equatoriana, diz advogado sueco

Copenhague, 19 mai (EFE).- A defesa do fundador do WikiLeaks, Julian Assange, apontou nesta sexta-feira que a decisão do Ministério Público sueco de arquivar a investigação contra o jornalista por suposto abuso sexual significa que o australiano pode deixar a Embaixada de Equador em Londres, onde vive desde 2012.

"É uma vitória total para Julian Assange. Ele é livre para deixar a embaixada quando quiser. Ganhamos o caso Assange. Está contente e aliviado", declarou o advogado Per E. Samuelsson, à emissora pública "Rádio de Suécia".

Samuelsson esclareceu que não sabe quando o jornalista pode deixar a legação diplomática, mas acrescentou que a Suécia "já não porá nenhum impedimento para isso", porque "está fora do jogo".

O advogado informou a notícia a Assange em uma mensagem de texto, que respondeu surpreso: "É sério? Oh, Meu Deus!".

A Promotoria sueca anunciou hoje o encerramento da investigação, o que supõe a suspensão da ordem de detenção internacional, pela impossibilidade de fazer avançar a investigação após quase sete anos.

Samuelsson acredita que essa decisão obedece às respostas facilitadas por Assange no interrogatório realizado em novembro em Londres perante o promotor equatoriano Wilson Toainga, seguindo um questionário elaborado pela Suécia.

Assange sempre se negou a se entregar à Suécia porque temia ser enviado depois aos Estados Unidos para enfrentar um julgamento militar.

A defesa do jornalista apresentou há duas semanas um novo pedido perante um Tribunal de Estocolmo, o terceiro em menos de três anos, para que suspendesse a ordem de detenção.

Assange foi detido pela polícia britânica em dezembro de 2010, e a partir daí começou um processo judicial que terminou em junho de 2012, quando o Supremo inglês reafirmou a extradição à Suécia e o jornalista se refugiou na legação equatoriana.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos