Iranianos vão às urnas para eleger novo presidente do país

Teerã, 19 mai (EFE).- Os centros de votação abriram nesta sexta-feira suas portas no Irã, para a realização das eleições presidenciais, transformadas em um duelo entre o atual governante, o moderado Hassan Rohani, e o clérigo conservador Ebrahim Raisi.

Mais de 56 milhões de iranianos podem participar das eleições, que também têm como candidatos os ex-ministros Mostafa Mir-Salim e Mostafa Hashemitaba.

A votação começou às 8h (horário local, 0h30 de Brasília) nos 63 mil colégios eleitorais em todo o país, e se prolongará durante todo dia.

É comum no Irã que as votações se encerrem no final da noite para favorecer a participação dos eleitores.

Em seguida, terá início a contagem dos votos e o anúncio dos resultados, que será gradual, apesar do Ministério do Interior ter informado anteriormente que aconteceria ao mesmo tempo.

A expectativa é que as eleições sejam definidas no primeiro turno, mas de não nenhum candidato conquistar 50% + 1 dos votos, o segundo turno será realizado no prazo de uma semana.

O ambiente está bastante polarizado entre os cidadãos que apoiam a reeleição de Rohani e uma maior abertura, e os que preferem as promessas de criação de emprego do conservador Raisi.

Simultaneamente com as eleições presidenciais, os iranianos escolherão 126 mil representantes para os Conselhos Municipais, que se encarregam da supervisão do governo local e a eleição do prefeito de cada cidade, entre outras funções.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos