Pelo menos 68 presos escapam de prisão na República Democrática do Congo

Kinshasa, 19 mai (EFE). - Pelo menos 68 presos escaparam nesta sexta-feira da prisão de Kasangulu, situada na província do Congo Central, no sul da República Democrática do Congo, informou à Agência Efe o deputado Jean-Claude Mvuemba.

Quase todos os presos desta cadeia, 68 dos 74 existentes, escaparam hoje depois de derrubarem uma parede e uma porta.

"Ouvimos um movimento de uma multidão na prisão, os prisioneiros derrubaram a porta e escaparam. Havia 74 réus e só seis não conseguiram fugir devido à deterioração de sua saúde", explicou Mvuemba.

A polícia já iniciou um dispositivo para encontrar os presos, assegurou à Agência Efe o governador da província, Jeacques Mbadu, contatado por telefone.

"Esta situação nos surpreendeu, mas é preciso reconhecer que esta prisão é antiga, foi erguida na era colonial e desde então não houve reformas. É um asilo para os prisioneiros, a maioria deles está morrendo de fome", lamentou Mvuemba.

Pelo menos 4,5 mil presos escaparam na quarta-feira passada da prisão de Makala, em Kinshasa, durante o ataque de seguidores de uma seita que tentavam libertar seu líder.

No ataque, os seguidores da seita Bundu Dia Kongo conseguiram derrubar uma parede da prisão e libertaram Mwana Nsemi. Cerca de 4,5 mil presos conseguiram escapar durante a incursão e fugiram para a selva.

"Esta fuga não tem nada ver com a que aconteceu na quarta-feira passada em Kinshasa. Fazemos uma chamada à população para que mantenha a acalma. A polícia já está trabalhando para deter estes fugitivos", disse o governador.

Até o momento, a polícia conseguiu encontrar 179 fugitivos do incidente de quarta-feira, segundo informou o ministro de Justiça congolesa, Alexis Ntambwe, que pediu cooperação dos cidadãs para encontrar aos fugitivos.

Mais de 300 presos fugiram também em junho de 2014 da prisão central de Bukavu, no leste do país, em um motim que deixou pelo menos seis mortos, e outros 300 escaparam em outubro desse mesmo ano de uma prisão no norte quando um grupo de homens armados atacou o local.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos