Com rei saudita, Trump inaugura em Riad centro para lutar contra o extremismo

Riad, 21 mai (EFE).- O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, e o rei da Arábia Saudita, Salman bin Abdul Aziz, inauguraram neste domingo em Riad um centro dedicado à luta contra o extremismo e que buscará combater a ideologia radical, sobretudo na internet.

O centro acompanhará as informações trocadas pela internet, especialmente nas redes sociais, e tentará promover um discurso moderado, lutando contra a retórica de ódio.

Trump e o anfitrião, cercado de outros líderes como o presidente do Egito, Abdul Fatah al Sisi, visitaram o moderno estabelecimento, no qual dezenas de especialistas monitoram as comunicações digitais.

Imagens do local foram mostradas pela emissora estatal saudita, que explicou que este é o primeiro centro deste tipo no mundo.

Além disso, os EUA e os membros do Conselho de Cooperação do Golfo (CCG) assinaram hoje um memorando para criar outro centro para combater o financiamento do terrorismo.

Os objetivos da nova instalação serão a "identificação, monitoramento e intercâmbio de informações sobre as redes de financiamento terrorista", indicou o Departamento do Tesouro dos EUA em comunicado.

"Esse novo centro dedicado à luta contra o financiamento do terrorismo melhorará as ferramentas existentes e a cooperação com os sócios do Golfo para lutar contra as ameaças mutáveis", afirmou o secretário do Tesouro dos EUA, Steven Mnuchin.

De acordo com o memorando, o centro lutará para interromper o financiamento de grupos terroristas como Estado Islâmico, Al Qaeda, Hezbollah, Lashkar-e-Taiba, Talibã e a Rede Haqqani.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos