Brasil cancela reunião parlamentar sobre Venezuela por situação de Temer

Brasília, 22 mai (EFE). - A Câmara dos Deputados cancelou uma reunião de parlamentares latino-americanos para debater a crise venezuelana, devido à delicada situação do presidente Michel Temer, informaram nesta segunda-feira fontes oficiais à Agência Efe.

"Na decisão pesaram os últimos eventos", explicou um porta-voz da Câmara, em relação ao escândalo envolvendo Temer, contra quem o Supremo Tribunal Federal (STF) iniciou uma investigação para investigar crimes de corrupção e obstrução à Justiça.

A reunião parlamentar que aconteceria amanhã em Brasília já tinham confirmada as presenças das delegações da Argentina, do Peru, do México, da Colômbia, do Chile, da Guiana, dos Estados Unidos, da Espanha, da Itália, de Portugal, do Parlamento Europeu e da Venezuela, que seria representada pelo presidente da Assembleia Nacional, o deputado opositor Julio Borges.

A intenção do encontro era enviar uma mensagem de "solidariedade" à oposição venezuelana e reforçar a "pressão internacional" a favor da realização de eleições gerais no país, conforme disse na semana passada o deputado Rubens Bueno (PPS), um dos coordenadores do encontro.

As fontes consultadas pela Efe não souberam precisar quando a reunião pode ser convocada novamente e insistiram que, com a gravíssima situação gerada em torno do governo de Temer, "agora não há clima para essa discussão".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos