Primeiro-ministro sudanês anuncia programa de Governo de unidade nacional

Cartum, 22 mai (EFE).- O primeiro-ministro do Sudão, Bakri Hassan Saleh, anunciou nesta segunda-feira perante o Parlamento o programa do recém-formado governo de unidade nacional, no qual não estão integradas as principais forças da oposição.

Saleh assegurou que o novo Executivo se baseará no trabalho conjunto "sem lealdade a nenhum partido" e "sem discriminação de nenhum dos componentes da sociedade", e levará em conta os direitos dos cidadãos.

Além disso, buscará preservar os fundos públicos, a coordenação e integração entre as instituições estatais e a ampliação das liberdades individuais.

Por outro lado, o primeiro-ministro prometeu pôr fim à guerra nas zonas de conflito do Sudão, realizar o desarmamento e proporcionar garantias à oposição.

No âmbito econômico, disse que tratará de aliviar as consequências negativas da crise econômica mundial sobre a economia nacional, diversificando as fontes de investimentos do Sudão e revisando a legislação vigente.

Saleh assumiu em março deste ano o posto de primeiro-ministro, um cargo criado por uma emenda recente da Constituição e que ninguém tinha ocupado desde 1989.

O chefe do Governo anunciou há dez dias a formação de um novo gabinete, composto por 31 ministros e 44 ministros de Estado, e no qual o partido governante cedeu algumas carteiras à oposição.

A criação deste executivo de unidade nacional foi estipulada no diálogo nacional que se celebrou entre 2015 e 2016, e que foi boicotado pela maioria da oposição e os principais movimentos armados.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos