Suposto bombardeiro da coalizão internacional deixa 6 mortos na Síria

Cairo, 22 mai (EFE).- Pelo menos seis pessoas morreram, nesta segunda-feira, em um suposto bombardeio da coalizão internacional liderada pelos Estados Unidos contra uma área controlada pelo grupo terrorista Estado Islâmico (EI), na província de Al Raqqa, na Síria, de acordo com informações de ativistas que atuam na região.

O Observatório Sírio de Direitos Humanos disse que o ataque aconteceu na aldeia de Kadiran, dominada pelo EI e situada na margem do Rio Eufrates.

A ONG não descartou que o número de mortos aumente, pois ainda existem muitos feridos e desaparecidos.

Por outro lado, um homem e o seu filho foram mortos por conta da explosão de uma mina colocada no passado pelo EI na área de Al Buasi.

A província de Raqqa é atualmente alvo de uma ofensiva das Forças da Síria Democrática (FSD), uma aliança armada encabeçada por milícias curdas, que são apoiadas pelos aviões da coalizão e tropas especiais dos EUA.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos