Austrália condena atentado "contra adolescentes" em Manchester

Sydney (a Austrália), 23 mai (EFE).- O primeiro-ministro da Austrália, Malcolm Turnbull, condenou nesta terça-feira o atentado "que parece voltado contra adolescentes" ocorrido na noite de segunda-feira na Manchester Arena, no norte da Inglaterra.

Pelo menos 19 pessoas morreram e 59 ficaram feridas em uma explosão no final de um show da cantora americana Ariana Grande, que já foi classificado pela primeira-ministra britânica, Theresa May, como um "atroz ataque terrorista".

"Este incidente, este ataque, é especialmente vil, criminoso e horrendo porque parece ser voltado deliberadamente contra adolescentes. É um ataque contra os inocentes e com segurança não há crime mais reprovável que o assassinato de menores", disse Turnbull no Parlamento de Camberra.

"Este é um ataque direto e brutal contra gente jovem em qualquer parte, contra a liberdade em qualquer parte", destacou Turnbull, expressando as suas condolências e a solidariedade com o povo britânico, e dizendo que as autoridades do país estão verificando informações para identificar se há australianos entre as vítimas. EFE

wat/ma

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos