Macron condena atentado de Manchester e se solidariza com Reino Unido

Paris, 23 mai (EFE).- O presidente francês, Emmanuel Macron, condenou nesta terça-feira o atentado da noite de segunda-feira em Manchester, ao mesmo tempo que mostrou solidariedade com o povo britânico e afirmou que falará ao longo do dia com a primeira-ministra, Theresa May.

Em um comunicado publicado pela Presidência, o presidente assegurou ter conhecido "com tristeza e consternação" este "novo atentado mortal" na Manchester Arena.

"O presidente envia ao povo britânico toda sua compaixão e solidariedade da França, que está do seu lado nesse momento, com um pensamento particular para as vítimas e seus familiares", indicou.

Macron acrescentou que a França prosseguirá "junto às forças britânicas com o combate contra o terrorismo".

Macron falará por telefone com May ao longo do dia para conhecer os avanços da investigação, apontou.

Também o primeiro-ministro francês, Edouard Philippe, expressou sua solidariedade ao povo britânico.

"O terrorismo mais covarde atingiu de novo seu objetivo, da mesma forma que em Paris há mais de um ano, um lugar de espetáculos", indicou o chefe de Governo em um comunicado.

Philippe acrescentou que o alvo dos terroristas eram "claramente adolescentes reunidos para uma festa, um momento de alegria".

"Perante este crime abominável, quero mostrar aos cidadãos de Manchester e ao povo britânico minha tristeza, solidariedade do povo francês e a amizade inquebrantável", acrescentou.

A prefeita de Paris, Anne Hidalgo, também expressou sua solidariedade com Manchester, lembrou que a cidade também foi alvo do terrorismo e afirmou que "a vida deve prosseguir".

Em declarações à rádio "Europê 1", Hidalgo apontou que não serão suspensos os shows previstos na capital francesa para esta noite e para os próximos dias porque "é essencial" que continue com a vida cotidiana.

"O dispositivo de segurança de Paris é avaliado a cada dia para adaptá-lo ao nível da ameaça", apontou a prefeita, que confessou sentir "cólera frente aos terroristas que matam cegamente os cidadãos ".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos