ONU condena "horrível" atentado terrorista em Manchester

Nações Unidas, 23 mai (EFE).- O secretário-geral da ONU, António Guterres, condenou nesta terça-feira o "horrível ataque terrorista" ocorrido na segunda-feira em Manchester e disse que espera que os responsáveis respondam perante a justiça.

O atentado, que ocorreu logo após o término do show da cantora americana Ariana Grande e cuja autoria foi assumida pelo grupo jihadista Estado Islâmico (EI), deixou pelo menos 22 mortos e 59 feridos.

Por meio do sua porta-voz, Stéphane Dujarric, Guterres expressou o seu "profundo apoio e solidariedade" ao povo e ao Governo do Reino Unido "e espera que os responsáveis desta injustificável violência sejam levados perante a justiça rapidamente".

Por sua vez, o Conselho de Segurança da ONU iniciou as reuniões de hoje com um minuto de silêncio e condenou da forma "mais enérgica" o atentado em uma breve declaração lida pelo presidente de turno do órgão, o uruguaio Elbio Rosselli.

"Os membros do Conselho de Segurança expressam suas mais sentidas condolências às famílias das pessoas que morreram e o pêsame ao povo e ao Governo do Reino Unido", disse Rosselli.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos