Oposição ameaça boicotar primeiras eleições locais em 20 anos no Nepal

Katmandu, 26 mai (EFE).- A maior parte dos partidos da importante minoria madhesi ameaçaram nesta sexta-feira boicotar e não participar da segunda fase das primeiras eleições locais no Nepal em 20 anos, programadas para ocorrer no próximo dia 14 de junho nas províncias dominadas pelo grupo.

"Não participaremos das eleições (municipais) nem permitiremos que aconteçam se nossas demandas não forem satisfeitas imediatamente", disse em entrevista Mahantha Thakur, coordenador do grupo Rastriya Janta (RJPN), que reúne seis das sete formações madhesi.

Os madhesi, uma minoria rica da região de Terai, na fronteira com a Índia, pediram ao governo do Nepal a aplicação de uma reforma constitucional aprovada em 2015 que garante duas das sete províncias do país ao grupo, assim como uma maior representação no Legislativo.

"Não temos outra opção além de protestar", disse Thakur, anunciando que os madhesi farão uma semana de protestos.

A decisão do grupo ocorre em um momento complicado da política do Nepal. Na quarta-feira, o primeiro-ministro do país, Pushpa Kamal Dahal, deixou o cargo para cumprir sua parte do acordo de governo de coalizão. Os últimos meses da administração de Dahal foram marcados pelas tensões e pelas discrepâncias com os madhesi.

A primeira fase das eleições municipais no Nepal, a primeira realizada desde 1997, ocorreu no dia 14 de maio em três províncias. Nove milhões de nepaleses devem ir às urnas na segunda fase, correspondente às quatro províncias restantes.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos