Trump diz que Kremlin deve estar rindo dos EUA por investigação sobre Rússia

Washington, 30 mai (EFE).- O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, considerou nesta terça-feira que o governo da Rússia deve estar rindo dos Estados Unidos pela investigação destinada a determinar se o Kremlin teve influência no resultado das eleições de 2016 e se isto foi coordenado com sua campanha eleitoral.

Além disso, Trump considerou que a investigação russa é uma "péssima desculpa" dos democratas para justificar a derrota eleitoral de sua rival, a ex-secretária de Estado Hillary Clinton, e criticou o fato de este assunto predominar no ciclo informativo dos "falsos" noticiários, termo depreciativo com o qual se refere a alguns meios de comunicação.

"Os funcionários russos devem estar rindo dos Estados Unidos e de como uma desculpa ruim sobre o porquê dos democratas terem perdido as eleições domina os noticiários falsos", disse Trump em uma breve mensagem no seu perfil da rede social Twitter.

Nos últimos meses, Trump já havia criticado a investigação sobre as relações de sua campanha com o governo russo, que denominou de "caça às bruxas" e que, na sua opinião, trata-se de uma invenção dos democratas para justificar a derrota de Hillary Clinton.

Os últimos comentários de Trump chegam depois que foi veiculado na semana passada que seu genro e conselheiro, Jared Kushner, tinha tentado estabelecer um canal de comunicação secreto com o governo russo para evitar o serviço de inteligência de seu país.

O jornal "The Washington Post" revelou na última sexta-feira que Kushner pediu em dezembro ao embaixador russo nos Estados Unidos, Sergei Kislyak, que estabelecesse um canal de comunicação secreto entre a campanha de Trump e o Kremlin durante o período de transição, antes da posse do governante em 20 de janeiro.

Essa última revelação gerou um grande rebuliço, pois o FBI (a polícia federal investigativa dos EUA) e vários comitês do Congresso estão investigando há meses a interferência da Rússia nas eleições presidenciais nos Estados Unidos e os possíveis laços entre o Kremlin e a campanha de Trump.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos