EUA condenam duplo atentado do EI na capital do Iraque em pleno Ramadã

Washington, 31 mai (EFE).- Os Estados Unidos "condenaram", através de um comunicado, o duplo atentado realizado na terça-feira pelo Estado Islâmico (EI) em Bagdá, capital do Iraque, onde pelo menos 22 pessoas foram mortas e mais de 100 ficaram feridas, em pleno Ramadã.

"Estes ataques brutais, quebrando o jejum do Ramadã, cujas vítimas incluíam crianças inocentes e idosos recolhendo suas pensões, demonstram mais uma vez a selvageria sem sentido do inimigo que enfrentamos", disse o Departamento de Estado.

"E salientamos, como disse recentemente o presidente (Donald Trump): 'Todos os que apreciam a vida devem se unir para encontrar, desmascarar e eliminar estes assassinos e extremistas'", completou o comunicado.

Os EUA, que condenaram "de maneira mais energética" os ataques, expressaram "profundas condolências" aos familiares das vítimas e uma "pronta recuperação" aos feridos.

Os dois atentados, realizados em um intervalo de dez horas, ocorreram com carros-bomba, em áreas de maioria xiita no centro da capital iraquiana.

Em cada um dos ataques foram assassinadas pelo menos 11 pessoas, de acordo com informações das autoridades iraquianas.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos