Autor de ataque a hotel nas Filipinas se suicida antes de ser capturado

Manila, 2 jun (EFE).- O homem armado que invadiu um hotel de Manila, capital das Filipinas, deixando dezenas de feridos nesta sexta-feira (data local), se suicidou antes de ser capturado.

"Ele se ateou fogo. Cometeu suicídio", afirmou o chefe da Polícia de Manila, Oscar Albayalde, em uma entrevista divulgada pela rádio local "ABS-CBN".

O ataque ocorreu por volta de 0h no Resort World Manila, que possui um cinema, um cassino e uma galeria comercial. O complexo fica próximo ao aeroporto Ninoy Aquino, ao sudoeste da capital.

Os agentes da Polícia de Manila fizeram uma longa busca pelo responsável pelo ataque, que saiu do complexo após queimar mesas com gasolina, tentar roubar fichas de cassino e disparar contra várias pessoas, deixando pelo menos 30 delas feridas.

As lesões, no entanto, foram produzidas pela fuga precipitada após o ataque e não pelos disparos, informou a polícia. Testemunhas disseram que algumas pessoas pularam pelas janelas depois de ouvirem os primeiros disparos.

O Estado Islâmico reivindicou o ataque, mas a Polícia de Manila acredita que o incidente se trata de um roubo e rechaçou a possibilidade de um atentado terrorista.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos