Assembleia Geral da ONU elege novos integrantes do Conselho de Segurança

Nações Unidas, 2 jun (EFE).- A Assembleia Geral da ONU elegeu nesta sexta-feira cinco países como novos membros não permanentes do Conselho de Segurança, com um mandato de dois anos que começará em 1º de janeiro.

Os países eleitos foram Guiné Equatorial, Costa do Marfim, Kuwait, Polônia e Peru. Além disso, anteriormente foi confirmado um pacto pelo qual a Itália cederá sua cadeira no Conselho de Segurança à Holanda durante o próximo ano.

Holanda e Itália foram candidatos a ocupar um posto não permanente no Conselho da ONU para o período 2017-2018, mas ao não conseguirem separadamente os votos necessários, chegaram a um acordo pelo qual decidiram dividir o mandato em turnos de um ano.

A Itália passou a ocupar essas funções em 1º de janeiro e, para o ano que vem, a Holanda ficará encarregada graças a esse acordo. Ainda assim, a Assembleia Geral da ONU tinha que ratificar esse acerto em uma votação programada para hoje.

O Peru já tinha sido designado pelo grupo da América Latina e do Caribe para ocupar essa cadeira no Conselho de Segurança, e conseguiu 186 dos 187 votos válidos emitidos.

O outro voto foi para a Argentina, que não estava prevista que figurasse entre os candidatos. Os votos na Assembleia Geral são secretos.

De acordo com pactos regionais similares, também se juntarão ao Conselho de Segurança a Costa do Marfim, que conseguiu 189 votos, o Kuwait (188), Guiné Equatorial (185) e Polônia (190).

Todos eles ocuparão posições não permanentes no Conselho, substituindo Egito, Senegal, Uruguai, Japão e Ucrânia.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos