Macron e papa falam sobre refugiados e clima em sua primeira conversa

Paris, 2 jun (EFE).- O presidente da França, Emmanuel Macron, realizou nesta sexta-feira sua primeira conversa com o papa Francisco desde que foi eleito no último dia 7 de maio, na qual abordaram principalmente a mudança climática e a acolhida dos refugiados na Europa.

Segundo informaram fontes do Palácio do Eliseu, na conversa por telefone, de cerca de dez minutos e em um tom cordial e respeitoso, Macron agradeceu ao pontífice por sua atuação a favor do Acordo de Paris sobre o clima, e ambos decidiram falar sobre as iniciativas que tomarão nas próximas semanas neste âmbito.

O presidente francês anunciou ontem, em uma declaração televisionada, que lançará "iniciativas fortes" em comum com a chanceler alemã, Angela Merkel, contra a mudança climática, após a decisão do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, de retirar seu país do Acordo de Paris.

Por sua vez, o papa lembrou Macron da importância de oferecer uma "acolhida decente aos refugiados na Europa", e elogiou as iniciativas do novo presidente francês nesse sentido.

Por fim, ainda de acordo com informações da sede da presidência francesa, Macron convidou Francisco a visitar a França nas datas que melhor lhe convenham, algo que o pontífice agradeceu.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos